Higiene e massagem: uma combinação essencial

  • Post category:Massagens

Os massagistas e terapeutas não são normalmente expostos a muitos dos fluidos corporais potencialmente de alto risco, como o líquido amniótico, cefalorraquidiano e pericárdico. No entanto, sua prática diária poderia muito bem colocá-los em contato com outros, incluindo sangue, leite materno de mães lactantes e até mesmo vômito. Algumas precauções como práticas higiênicas são importantes para evitar que os agentes patogénicos nos fluidos corporais sejam transmitidos. Por isso os massoterapeutas devem usa-las para proteger a si mesmos e seus pacientes de agentes infecciosos.

Limpeza de superfícies de alto tráfego

Os agentes patogênicos podem se mover diretamente de pessoa para pessoa, ou por meio de um objeto, como uma maca de massagem, interruptor de luz ou toalhas. A manutenção de um ambiente de clínica higiênica vai além de limpar as superfícies com qualquer produto de limpeza que seja mais próximo – os produtos antimicrobianos normalmente não são potentes o suficiente para eliminar patógenos potencialmente prejudiciais das superfícies da sala de sessão. É recomendado a utilização de uma solução de 10% de cloro para limpeza macas de massagem, apoios de rosto, alças de portas e outras superfícies de alto uso entre pacientes. É importante também a utilização de materiais descartáveis como lençóis e toucas assim como o acondicionamento de toalhas limpas em plástico ou em um recipiente selado.

toalhas ensacada

Garantir higiene eficaz das mãos

Os cursos de massagem ensinam aos alunos os princípios da higiene pessoal no que diz respeito à essa profissão, que colocam uma ênfase importante nos procedimentos para a higiene das efetiva das mão. É recomendado limpar as mãos com álcool ou lavá-las em água morna e com sabão durante um mínimo de dez segundos. Uma vez que o álcool funciona melhor quando se trata de um contato prolongado com micróbios, ele deve ser esfregado nas mãos até que estejam completamente secas.

Saiba quais cuidados os terapeutas do RJ Massagem tomam para garantir o máximo de higiene.

Quando se trata de unhas, os massagistas sabem que mantê-las cortadas é melhor para o conforto do paciente. No entanto, uma manicure cuidadosa também é importante para prevenir a transmissão de micróbios para (ou de) pacientes. Patógenos potencialmente prejudiciais podem entrar facilmente em no corpo de um massoterapeuta por vários meios. A melhor defesa é cuidar bem as mãos hidratando regularmente e lavando imediatamente após cada massagem.

Aproveitar o tempo para seguir esses padrões e procedimentos vale a pena. Ao incorporar protocolos de higiene rigorosos na prática diária, os massagistas promovem o mais alto padrão de cuidados, protegendo seus pacientes e seu próprio bem-estar.