You are currently viewing História da Terapia da Massagem

História da Terapia da Massagem

  • Post category:Massagens

Saiba como a terapia de massagem evoluiu ao longo de 5.000 anos

A prática de usar o toque como método de cura deriva de costumes e técnicas enraizadas na história antiga. As civilizações no oriente e no ocidente descobriram que a massagem poderia curar lesões, aliviar dores e prevenir e curar doenças. Além disso, ajudar a reduzir o estresse e a produzir um relaxamento profundo.

A terapia de massagem começou como um sistema sagrado de cura natural. No entanto, as mudanças culturais tornaram-na uma forma desonrosa de prazer por extensos períodos de história. Passando por isso, a massagem experimentou um ressurgimento nos tempos modernos. Hoje, a terapia de massagem é um método de cura holística altamente respeitado praticado em todo o mundo.

Aqui está como a massagem evoluiu para a prática relaxante e terapêutica que é hoje:

Uma forma de massagem emerge na Índia

Começaram a praticar massagem em aproximadamente 3.000 aC *, possivelmente até mais cedo

Acreditado que era de origem divina e transmitida oralmente através de gerações, a Ayurveda é o sistema médico holístico tradicional na Índia. No passado, estudantes antigos e cientistas desenvolveram esse sistema com base em séculos de estudos, experiências e meditações.

Os textos que detalham os princípios e práticas ayurvédicas foram escritos entre 1500 e 500 aC. Com base nesses textos, a ela foi amplamente adotada em toda a Índia e no Sudeste Asiático.

A Ayurveda percebe que os indivíduos ficam doentes quando vivem fora de harmonia em seu ambiente. Para tratar suas condições, os indivíduos devem restaurar seu equilíbrio mental e físico natural ao restabelecer a harmonia entre eles e o mundo ao seu redor. Nesse ponto, eles podem começar a se curar naturalmente.

 

ayurveda

 

Com base nos desequilíbrios de saúde do paciente e na época do ano, a Ayurveda ensina como usar os cinco sentidos para interagir com o meio ambiente, a fim de criar equilíbrio. Os tratamentos da Ayurveda incluem dieta e herbalismo, aromaterapia, terapia de cor, terapia de som e terapia de toque.

Pistas sobre a utilização da massagem aparecem no Egito e na China

Começaram a praticar massagem entre 3000 e 2500 aC

Os primeiros registros sobre a terapia de massagem foram descobertos no Egito e na China. Pinturas de tumbas no Egito retratam indivíduos sendo massageados por outros. Além disso, os egípcios são creditados com a criação da reflexologia em aproximadamente 2500 aC. Neste sistema, o terapeuta aplica pressão em pontos específicos – ou zonas reflexas – nos pés e nas mãos. Por sua vez, o destinatário experimenta efeitos benéficos nas áreas do corpo que se conectam a essas zonas.

Na China, textos que documentam os benefícios médicos da massagem terapêutica datam de aproximadamente 2700 aC. A tradição chinesa da terapia de massagem foi desenvolvida a partir dos conhecimentos combinados e métodos de médicos na medicina tradicional chinesa, praticantes de artes marciais, budistas e taoístas que consideravam o contato como essencial para seu treinamento de yoga espiritual e leigos que ofereceriam massagens para relaxar.

Os métodos de massagem chineses originaram-se do princípio de que doenças surgem devido a uma deficiência ou desequilíbrio na energia em caminhos específicos ou meridianos que representam sistemas fisiológicos. Através de massagens e outras técnicas específicas corporais, a energia irá fluir de forma mais harmoniosa através dessas vias, permitindo que o corpo se cure de forma natural.

As técnicas incluem Tui Na, amno, acupuntura e acupressão, para citar alguns. Os praticantes podem complementar tratamentos de massagem com remédios herbais, dieta e recomendações de exercícios.

Os monges trazem a terapia da massagem ao Japão

Começaram a praticar massagem em aproximadamente 1000 aC

Começando por volta de 1000 aC, monges japoneeas estudando budismo na China observaram os métodos de cura da medicina tradicional chinesa, incluindo a massagem terapêutica. O Japão logo começou a importar e personalizar técnicas de massagem chinesas, dando origem a massagem japonesa tradicional ou anma, que evoluiu para o Shiatsu.

O principal objetivo do Shiatsu é aumentar o nível de energia no paciente. Por sua vez, esse aumento do nível de energia regula e fortalece o funcionamento dos órgãos e estimula a resistência natural às doenças.

 

shiatsu

 

Os terapeutas estimulam pontos de pressão no corpo em um esforço para reequilibrar a energia do paciente. Eles usam seus polegares, dedos e palmas, trabalhando sem agulhas ou outros instrumentos. Através do tratamento, os pacientes podem alcançar equilíbrio físico e bem-estar emocional.

Atletas e Filósofos introduzem a massagem na Grécia

Começaram a praticar massagem entre 800 e 700 aC

Derivado das filosofias e práticas orientais, a massagem evoluiu para a civilização ocidental aproximadamente mo século VIII aC.

Os atletas da Grécia antiga recebiam massagens para manter seus corpos em nas melhores condições antes das competições. Os médicos daquela época usavam ervas e óleos em combinação com técnicas de massagem para tratar muitas condições médicas. As mulheres gregas reconheceram os benefícios desses óleos aromáticos e os usaram como tratamentos de beleza na pele.

No século V aC, Hipócrates prescreveu “fricção” para tratar lesões físicas e instruiu seus colegas de médicos sobre os benefícios da fricção para ajudar o corpo a se curar. Além disso, ele promoveu uma combinação de massagem, dieta adequada, exercícios, descanso, ar fresco e música para restaurar o corpo para um estado saudável.

“Faça como os romanos fazem” – Massagem se espalha para Roma

Começaram a praticar massagem entre 200 e 100 aC

Em Roma, durante o primeiro século aC, Galen, um médico de muitos imperadores, começou a usar a terapia de massagem para tratar diferentes tipos de ferimentos e doenças físicas. Seguindo os princípios de Hipócrates, Galen acreditava no exercício, alimentação saudável, descanso e massagem como peças integrantes na restauração e manutenção de um corpo saudável.

Enquanto os ricos recebiam massagens em suas casas por médicos pessoais, muitos romanos eram tratados em banhos públicos, onde treinadores e médicos realizavam massagens. Os receptores se banhavam primeiro e, em seguida, recebaum uma massagem completa para estimular a circulação e afrouxar as articulações. Massagens tipicamente incluem óleos para beneficiar a pele.

Altamente popular na cultura romana, os banhos públicos eventualmente ganharam uma reputação como sendo mais sobre o excesso e a busca do prazer em vez de como um caminho para a cura. No sécila IV, o imperador romano Constantino condenou os banhos públicos por aumentar o abuso do sexo na cultura romana.

A Europa reconhece os poderes de cura da massagem

Entre os séculos XVII a XIX CE

A massagem terapêutica diminuiu em popularidade no ocidente até aproximadamente 1600 dC. Avanços científicos em tecnologia médica e na farmacologia estavam mudando a base da medicina moderna. Os métodos manuais de cura desapareceram da vista.

Entre 1600 e 1800, numerosos médicos e cientistas observaram e documentaram os benefícios da massagem. No entanto, as técnicas ocidentais fizeram poucos avanços até o século XIX.

No início dos anos 1800, o médico sueco Per Henrik Ling desenvolveu o Sistema de Movimento de Ginástica Sueco. Este sistema incorporou massagem com ginástica médica e fisiologia. As técnicas incluíam esfregar, pressionar e apertar para tratar manualmente os problemas físicos.

Os tempos atuais, Massagem e Boom do bem-estar

Do século 20 até hoje

Durante o início do século XX, um número crescente de técnicas de massagem novas e redescobertas foram documentadas e praticadas. Em particular, a massagem foi usada para tratar pacientes da Primeira Guerra Mundial que sofreram lesões nervosas ou em estado de choque.

massage-world-war

No entanto, a massagem permaneceu fora dos holofotes como uma forma de tratamento por muitos anos. Foi percebido como um luxo reservado aos ricos. Além disso, sua reputação sofreu outro período desagradável com o advento de casas de massagem onde a prática se associou ao comércio sexual.

Na segunda metade do século 20, o crescente interesse em métodos de cura natural revitalizaram a massagem. Como resultado, a massagem ganhou um lugar como uma forma legítima e respeitável de medicina alternativa e complementar.

Os terapeutas de massagem de hoje praticam uma grande variedade de técnicas provenientes de métodos antigos. A partir dessas raízes, eles continuam inspirados por um objetivo cultivado há séculos – ajudar os outros a curar seu bem-estar físico e emocional e experimentar uma maior qualidade de vida.